Michelle Barbosa  
Olha, eu sei que o barco tá furado e sei que você também sabe, mas queria te dizer pra não parar de remar, porque te ver remando me dá vontade de não querer parar também.Tá me entendendo? Eu sei que sim. Eu entro nesse barco, é só me pedir. Nem precisa de jeito certo, só dizer e eu vou. . Não tem como remar sozinha, eu ficaria girando em torno de mim mesma. Mas olha, eu só entro nesse barco se você prometer remar também! Eu abandono tudo, história, passado, cicatrizes.E talvez essa viagem não dure mais do que alguns minutos, mas eu entro nesse barco, é só me pedir. Perco o medo de dirigir só pra atravessar o mundo pra te ver todo dia. Mas você tem que me prometer que vai remar junto comigo. Mesmo se esse barco estiver furado eu vou, basta me pedir. Mas a gente tem que afundar junto e descobrir que é possível nadar junto. Eu te ensino a nadar, juro! Mas você tem que me prometer que vai tentar, que vai se esforçar, que vai remar enquanto for preciso, enquanto tiver forças! Você tem que me prometer que essa viagem não vai ser a toa, que vale a pena. Que por você vale a pena. Que por nós vale a pena. Remar. Re-amar. Amar.
theme by sabedorias, don't fucking copy. details + + +
Deus é quem me livre ficar sem você
Posted 30 July 2014, 8 hours ago · 1,444 notes · Reblog
originally tiaraless · via: holy-love
Eu espero que você não se importe de eu ter colocado em palavras o quanto a minha vida é maravilhosa agora que você está nela.

Elton John.  (via desfrutar-se)

Amor

(Source: alentador)

Posted 29 July 2014, 19 hours ago · 6,165 notes · Reblog
originally alentador · via: desfrutar-se

sono da tarde bom é aquele em que vc acorda quase de noite, tonto, sem saber onde está, que dia é, que horas são, qual é o proprio nome etc 

(Source: ui-marrentinha)

Aquela noite que você não conseguiu parar de chorar, aquele dia que você ficou caminhando sem saber para onde ir, aquele beijo cinematográfico que você recebeu, aquela visita surpresa que ela lhe fez, o parto do seu filho, a bronca do seu pai, a demissão injusta, o acidente que lhe deixou cicatrizes… Tudo isso vai, aos pouquinhos, formando quem você é.
Martha Medeiros (via holy-love)

(Source: des-apego)

A paz interior me vem quando estou do seu lado.
Fabrício Bernardo  (via reedificante)

(Source: potencias)

Posted 29 July 2014, 23 hours ago · 530 notes · Reblog
originally velaste · via: reedificante

Quando minha mãe não trás nada pra mim do mercado: 

image

(Source: umapoetaatrapalhada)

(Source: peittuda)

Posted 1 June 2014, 1 month ago · 3,881 notes · Reblog
originally peittuda · via: sentimentosavulsos
Preguiça de fazer amizades, de me apaixonar, de ser feliz. Essas coisas dão trabalho, me acomodei, quem me quiser que venha, eu não vou atrás de ninguém.
Caio Augusto Leite.     (via vonese)

(Source: icanfixyou)

Posted 1 June 2014, 1 month ago · 23,790 notes · Reblog
originally icanfixyou · via: conselhador
Quando toca uma música bonita, minha ironia assovia mais alto. Um assovio sem melodia. Um assovio mecânico mas cuidadoso, como tomar banho ou colocar meias. Outro dia tentei chorar. Outro dia tentei abraçar meu travesseiro. Não acontece nada. Eu não consigo sofrer porque sofrer seria menos do que isso que sinto. Tentei falar. Convidei uma amiga pra jantar e tentei falar. Fiquei rouca, enjoada, até que a voz foi embora. Tentei aceitar o abraço da minha amiga, mas minha mão não conseguiu tocar nas costas dela. Não consigo ficar triste porque ficar triste é menos do que eu estou. Não consigo aceitar nenhum tipo de amor porque nenhum tipo de amor me parece do tamanho do buraco que eu me tornei. Se alguém me abraçar ou me der as mãos, vai cair solitário do outro lado de mim.
Tati Bernardi
(via reedificante)

(Source: rotaliza-r)

Posted 25 May 2014, 2 months ago · 4,070 notes · Reblog
originally expressao · via: reedificante
Essa conversa de que a pessoa só dá valor quando perde não é verdadeira. Cada um sabe exatamente o que tem à seu lado. O problema é que ninguém acredita que um dia vá perder.
Tati Bernandi.  (via reedificante)

(Source: tomalizar)

Posted 25 May 2014, 2 months ago · 2,413 notes · Reblog
originally recitarpoesias · via: reedificante